Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Emprego & Empreendedorismo

"Trabalho é amor tornado visível." - Khalil Gibran, filósofo/poeta libanês

publicidade
26.04.18

Escolas da Praia da Vitória com Educação para o Empreendedorismo


helena margarida

Município da Praia da Vitória

Motivar e inspirar as crianças e jovens do Concelho para o mundo do trabalho e para a economia global. É este o objetivo do programa Junior Achievement que decorre em algumas escolas da Praia da Vitória, Açores, neste período letivo.

A concretização do projeto resulta da parceria entre a associação Junior Achievement Portugal (JA Portugal) e a Câmara Municipal da Praia da Vitória, com o patrocínio da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, tendo a formação dos professores e voluntários que orientarão as sessões em sala de aula ocorrido na tarde de terça-feira, 24 de abril, no auditório da Casa das Tias.

“Como vereador da Câmara da Praia e como pai, é um enorme orgulho contribuir para que este programa ocorra nas nossas escolas. Porque, mesmo sabendo que todas as crianças e jovens não serão empresários no futuro, acreditamos estar a lançar sementes, incentivando-os para as questões reais do mundo do trabalho, motivando-os para o empreendedorismo, para o trabalho em equipa, para a literacia financeira, a cidadania e as competências para a empregabilidade”, explicou o vereador da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tiago Ormonde.

Formar para o empreendedorismo e para a empregabilidade é a questão central “rumo ao sucesso e desenvolvimento locais”, sublinhou o vereador.

O quadro de atividades da Praia Links – incubadora de negócios e ninho de empresas da Praia da Vitória, o projeto Praia Links.edu está orientado para estas questões, “e o programa da JA Portugal enquadra-se perfeitamente nessa nossa visão”, sublinhou Tiago Ormonde.

“O desafio agora é darmos continuidade ao projeto, alargando o seu âmbito aos vários níveis de ensino no Concelho. Para tal, o nosso compromisso é desenvolver, em parceria com as escolas, um quadro de ação que agregue as atividades letivas com estas atividades, contribuindo, dessa forma, para uma maior integração das nossas crianças e jovens nas questões do mundo laboral”, frisou o responsável.

Segundo Mariana Oliveira, da JA Portugal, o programa, durante o presente período letivo, decorrerá em turmas dos 7º e 9º ano, mas, no global, pretende-se alargá-lo a todos os níveis de ensino.

“Através de uma metodologia própria e atrativa e de sessões assentes na aprendizagem pela prática, os alunos, num ambiente protegido, com o apoio de voluntários do mundo do trabalho e do professor, desenvolvem competências de trabalho como a liderança, a tomada de decisão, a resistência ao fracasso, o trabalho em equipa, técnicas de apresentação e comunicação oral. Cometerão erros e, com eles, aprenderão. No fundo, vão aprender, fazendo”, explicou.

Para Rodolfo Franca, presidente do Conselho Executivo da Escola Francisco Ornelas da Câmara, a concretização do projeto é uma mais-valia para as escolas, mas deverá ser-lhe dada continuidade. “O reforço do conhecimento e ligações entre o mundo das empresas e do trabalho ao mundo da escola e do ensino é, na nossa opinião, um ponto fulcral no desenvolvimento das crianças e dos jovens. Daí a nossa total recetividade ao projeto. O desafio que se nos coloca é darmos-lhe continuidade, num quadro de parceria que articule os conteúdos letivos e este tipo de atividades, de enorme validade para os nossos alunos”, sublinhou.

A JA Portugal é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 2005, sendo a congénere portuguesa da Junior Achievement, a maior e mais antiga organização mundial de educação para o empreendedorismo.

Seguindo as metodologias da Junior Achievement, a JA Portugal “inspira e prepara as crianças e os jovens para terem sucesso numa economia global através de experiências transformadoras com base em três pilares fundamentais: Cidadania e Literacia Financeira, Educação para o Empreendedorismo e Competências para a empregabilidade.

A Junior Achievement é uma das maiores ONG’s mundiais ligadas à juventude, desenvolvendo atividade em mais de 100 países, que abrangem mais de 10 milhões de alunos. O seu objetivo é, através de técnicas de ensino inovadoras para a literacia financeira, competências para a empregabilidade e empreendedorismo, preparar as crianças e jovens para os desafios da economia atual e do mundo do trabalho.

26.04.18

"Ribeira Empreende" já tem vencedores


helena margarida

Município de Ribeira de Pena

Já são conhecidos os projetos vencedores da 4ª edição do "Ribeira Empreende". Esta iniciativa visou promover o espírito empreendedor e criativo dos jovens, através da valorização de ideias de negócio ligadas a diversos setores de atividade.

Na apresentação dos projetos os candidatos tiveram de demonstrar as vantagens financeiras e as mais-valias dos mesmos para o concelho de Ribeira de Pena.

No 1º escalão (10 aos 15 anos) o primeiro lugar foi para o projeto "Torneira Dzero+", o segundo para o "MEL (Movimento de Apoio à Leitura), o terceiro lugar foi atribuído ao projeto intitulado "Reencontros Digitais" e o quarto a U-SCAPE e LocaStarp.

No 2º escalão (+ 16 anos) a escolha recaíu no "Auto Amigo (nome inicial Auto Turismo)", seguido do ESCAPENA e do "A Rota dos Moinhos". Em quarto lugar, neste escalão, ficou o "Reviver Alvadia".

O concurso “Ribeira Empreende” foi promovido pelo Contrato Local de Desenvolvimento Social 3G “Sol Nascente”, em parceria com o Município de Ribeira de Pena, com o objetivo de fomentar atitudes empreendedoras e o aparecimento de novas soluções para o atual contexto socioeconómico.