Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Emprego & Empreendedorismo

"Trabalho é amor tornado visível." - Khalil Gibran, filósofo/poeta libanês

publicidade
14.05.18

Conferência Internacional sobre Arquitetura e Economia Circular em Portugal faz-se no Porta da Construção Sustentável


helena margarida

Divulgação

No dia 18 de maio, no âmbito da Feira Tektónica, o Portal da Construção Sustentável (PCS), organiza a primeira Conferência Internacional sobre Arquitetura e Economia Circular em Portugal e dá mais um passo na divulgação e sensibilização para uma arquitetura baseada num modelo de economia circular.

Esta conferência tem o apoio do Fundo Ambiental, no âmbito de uma candidatura a projetos de economia circular, e da Quercus, como especialista na área de gestão de resíduos.

Pretende com este encontro, de onde farão parte especialistas, que são referências nacionais e internacionais, ligados a uma construção mais sustentável, promover o debate necessário num modelo nunca implementado.

Durante a manhã, numa sessão mais teórica farão parte, entre outros, dois arquitetos de renome internacional; Chris Maurer, americano, que desenvolveu um modelo de reaproveitamento de resíduos de construção e demolição para produção de tijolos aglomerados com matéria orgânica e o espanhol, Albert Cuchi, que dedicou toda a sua vida à investigação científica na área de ecomateriais para a construção. A moderar o debate estará o professor Manuel Correia Guedes do IST, doutorado em Arquitetura Sustentável.

De tarde, debater-se-ão em duas mesas redondas, grandes temas da atualidade: “Sustentabilidade aplicada aos materiais de construção” e “Gestão de resíduos especiais na construção, incluindo o amianto” com a intervenção do professor catedrático Jorge de Brito do IST e Dra. Climénia Silva da Valorpneu.

A Economia Circular aplicada aos projetos de arquitetura, construção e demolição de edifícios “já não é uma opção, é uma necessidade emergente”, considera a organização da conferência em comunicado. O setor da construção é o terceiro maior consumidor de energia, responsável por consumir cerca de 50% de novos recursos e pela geração de mais de 40% de todos os resíduos. “Sendo que os resíduos de construção e demolição (RCD) têm um potencial de reutilização enorme”, consideram.

Atento a esta necessidade, encontra-se o PCS a desenvolver um modelo de “Implementação de projetos de desconstrução seletiva” como uma oportunidade de se atuar no processo de comercialização de produtos e serviços no âmbito da desconstrução de edifícios, numa perspetiva de economia circular, que será também apresentado na conferência.

Este encontro tem como objetivo final, demonstrar aos agentes envolvidos que a desconstrução seletiva de edifícios e a reutilização de materiais, é uma mais-valia económica, social e ambiental.

Inscrições

O Portal da Construção Sustentável (PCS) surgiu em 2010, numa fase em que o excesso de construção já era uma realidade incontornável e a necessidade de qualidade na construção cada vez mais imperativa, não só pelas questões ambientais, mas também sociais, tendo como objetivo primordial ajudar o setor da construção a evoluir de forma mais sustentável. Foi criado pela BONGREEN, LDA que é uma empresa de consultoria, formação e arquitetura que se dedica, fundamentalmente, à promoção e divulgação de informação na área da construção sustentável, sendo também responsável pela elaboração de projetos de arquitetura que se traduzam em edifícios menos poluentes, com elevada eficiência energética, escolha cuidada de materiais e produtos mais amigos do ambiente que contribuam inclusivamente para a minimização da produção de resíduos.

As ações que a empresa desenvolve de divulgação de informação e promoção de materiais para a construção e soluções que contribuem para o desenvolvimento mais sustentável do setor da construção, são realizadas através da sua plataforma na internet.

11.05.18

2ª fase de inscrições para o Voluntariado da Feira Afonsina 2018


helena margarida

Divulgação

Está a decorrer a 2ª fase de inscrições para o Voluntariado da edição da Feira Afonsina de 2018, que decorrerá em Guimarães, entre 21 e 24 de junho, sob o tema o “Tratado de Zamora de 1143”. O prazo termina no dia 18 de maio, estando as inscrições abertas para todas as áreas com exceção das “Danças do Povo”.

As inscrições para podem ser efetuadas através da Página Internet do Município ou presencialmente em: Palácio Vila Flor - Divisão de Cultura, terça a sexta: 10h00-12h30 / 14h00-17h30. Banco Local de Voluntariado - Câmara Municipal de Guimarães, segunda a sexta: 09h30-17h00.

11.05.18

Lagos já tem um “Espaço Empresa”


helena margarida

Município de Lagos

O Município de Lagos já tem a funcionar o balcão “Espaço Empresa”, uma estrutura que agrega num único ponto vários serviços disponibilizados pela Administração Local e Central.

Inicialmente, o “Espaço Empresa” irá funcionar nos dias úteis, entre as 9h00 e as 17h00, com balcões dedicados, integrados no Gabinete do Munícipe da Câmara Municipal, e prestará, numa lógica de proximidade e de atendimento personalizado, um conjunto amplo de serviços da Administração Central e Local a empresários e empreendedores, que passam a poder tratar num único ponto de vários assuntos inerentes à sua atividade. Para além dos serviços já prestados pela autarquia, como por exemplo nas áreas do licenciamento industrial, do regime jurídico das atividades de comércio, serviços e restauração e do alojamento local, incluem-se agora o suporte à inovação empresarial, o acesso a informação e a ferramentas digitais para a internacionalização, a inscrição em ações de capacitação empresarial, informações sobre o Portugal 2020, a constituição de sociedades, a certificação PME, o apoio à implementação da sua ideia de negócio, entre outros.

11.05.18

“Criatividade e Autonomia na procura de Emprego” é tema de sessão em Ribeira de Pena


helena margarida

Divulgação

As técnicas de procura de emprego vão estar em destaque na ação de informação que se irá realizar no dia 30 de maio, em Ribeira de Pena.

Catarina Oliveira, socióloga do Núcleo Distrital de Vila Real da EAPN - European Anti Poverty Network (Rede Europeia Anti-Pobreza) leva "Criatividade e Autonomia na procura de emprego" às 10:00h, ao Parque Ambiental de Ribeira de Pena, e, de tarde, às 14:00h, à sede da Junta de Freguesia de Cerva e Limões.

11.05.18

Ação de Formação lança desafio para a criação do Doce Cabeceirense


helena margarida

Município de Cabeceiras de Basto

Enquadrada no âmbito do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções” encontra-se a decorrer em Cabeceiras de Basto uma ação de formação de Pastelaria Conventual com o propósito de preparar as formadas para a participação no concurso de criação do Doce Cabeceirense que será lançado no 2º semestre deste ano. O regulamento está já em preparação para já a única certeza é que na futura ementa do doce será condição obrigatória a utilização de um ou mais produtos desta terra de Basto.

O Concurso Criativo para adaptação e/ou invenção de um Doce Cabeceirense que terminará no final de maio de 2019, será desenvolvido sob o comissariado de um crítico gastronómico e jornalista, este concurso contará com a colaboração da Escola de Hotelaria e Turismo do Porto/ Turismo de Portugal, da Escola Profissional Amar Terra Verde, bem como do IEFP.

Esta iniciativa pretende aliar a memória de uma alimentação de afetos ao uso dos produtos da terra, reforçando e valorizando o que se fazia no núcleo familiar, principalmente pelos avós. Pretende-se igualmente incentivar a inovação das pastelarias cabeceirenses bem como sensibilizar os agentes económicos e a população para a importância estratégica dos produtos endógenos, em especial o codorno, o mel, as ervas aromáticas, o vinho verde, as frutas e seus derivados, no contexto do desenvolvimento do território de Cabeceiras de Basto.

A ação de formação tem inscritas 23 formandas que terão oportunidade de aprender com alguns convidados especiais, Chefs e Mestres Pasteleiros.