Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Emprego & Empreendedorismo

"Trabalho é amor tornado visível." - Khalil Gibran, filósofo/poeta libanês

publicidade
21.07.18

Cabeceiras de Basto: Especialistas debateram Marketing Turístico na Casa do Tempo


helena margarida

Município de Cabeceiras de Basto

A Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto recebeu no dia 19 de julho o "Workshop Marketing Turístico". Este foi o segundo dos cinco workshops que integram o Ciclo Formativo do programa cultural "Mosteiro de Emoções" que tem como grande objetivo divulgar o Património Cabeceirense, que tem como ex-líbris o Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

O workshop reuniu um painel de especialistas composto por António Azevedo, Ana Kankura Salazar e Bruno Sousa que partilharam com a plateia diferentes casos de sucesso a nível nacional e internacional. Falaram sobre os impactos no marketing turístico – oportunidades e desafios apresentaram novos contributos para ajudar os municípios e agentes turísticos a desenvolver os territórios. Conceitos como marca, produto e afetividade estiveram em análise, motivando a plateia a discutir as diferentes temáticas e a questionar o painel de oradores.

Tendo no Turismo "motor de desenvolvimento dos territórios nas suas diversas facetas”, considerou o vice-presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto, Mário Oliveira, pretendeu-se com este workshop “partilhar experiências, assimilar novos conceitos, obter conhecimento e colher contributos dos especialistas convidados para podermos fazer cada vez mais e melhor a promoção do nosso território em termos turísticos”.

O intuito final “é continuarmos a divulgar, da melhor forma que nos for possível, o vasto e rico Património Cabeceirense", salientou o autarca destacando o trabalho que tem vindo a ser realizado com inúmeros parceiros turísticos. “É fruto da conjugação de vontades e interesses, entre a Câmara Municipal e os seus parceiros turísticos, que conseguimos desenvolver o nosso concelho, dando visibilidade ao bom que se faz, levando o nome de Cabeceiras de Basto além fronteiras”, evidenciou.