Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Emprego & Empreendedorismo

"Trabalho é amor tornado visível." - Khalil Gibran, filósofo/poeta libanês

publicidade
26.04.18

Escolas da Praia da Vitória com Educação para o Empreendedorismo


helena margarida

Município da Praia da Vitória

Motivar e inspirar as crianças e jovens do Concelho para o mundo do trabalho e para a economia global. É este o objetivo do programa Junior Achievement que decorre em algumas escolas da Praia da Vitória, Açores, neste período letivo.

A concretização do projeto resulta da parceria entre a associação Junior Achievement Portugal (JA Portugal) e a Câmara Municipal da Praia da Vitória, com o patrocínio da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, tendo a formação dos professores e voluntários que orientarão as sessões em sala de aula ocorrido na tarde de terça-feira, 24 de abril, no auditório da Casa das Tias.

“Como vereador da Câmara da Praia e como pai, é um enorme orgulho contribuir para que este programa ocorra nas nossas escolas. Porque, mesmo sabendo que todas as crianças e jovens não serão empresários no futuro, acreditamos estar a lançar sementes, incentivando-os para as questões reais do mundo do trabalho, motivando-os para o empreendedorismo, para o trabalho em equipa, para a literacia financeira, a cidadania e as competências para a empregabilidade”, explicou o vereador da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tiago Ormonde.

Formar para o empreendedorismo e para a empregabilidade é a questão central “rumo ao sucesso e desenvolvimento locais”, sublinhou o vereador.

O quadro de atividades da Praia Links – incubadora de negócios e ninho de empresas da Praia da Vitória, o projeto Praia Links.edu está orientado para estas questões, “e o programa da JA Portugal enquadra-se perfeitamente nessa nossa visão”, sublinhou Tiago Ormonde.

“O desafio agora é darmos continuidade ao projeto, alargando o seu âmbito aos vários níveis de ensino no Concelho. Para tal, o nosso compromisso é desenvolver, em parceria com as escolas, um quadro de ação que agregue as atividades letivas com estas atividades, contribuindo, dessa forma, para uma maior integração das nossas crianças e jovens nas questões do mundo laboral”, frisou o responsável.

Segundo Mariana Oliveira, da JA Portugal, o programa, durante o presente período letivo, decorrerá em turmas dos 7º e 9º ano, mas, no global, pretende-se alargá-lo a todos os níveis de ensino.

“Através de uma metodologia própria e atrativa e de sessões assentes na aprendizagem pela prática, os alunos, num ambiente protegido, com o apoio de voluntários do mundo do trabalho e do professor, desenvolvem competências de trabalho como a liderança, a tomada de decisão, a resistência ao fracasso, o trabalho em equipa, técnicas de apresentação e comunicação oral. Cometerão erros e, com eles, aprenderão. No fundo, vão aprender, fazendo”, explicou.

Para Rodolfo Franca, presidente do Conselho Executivo da Escola Francisco Ornelas da Câmara, a concretização do projeto é uma mais-valia para as escolas, mas deverá ser-lhe dada continuidade. “O reforço do conhecimento e ligações entre o mundo das empresas e do trabalho ao mundo da escola e do ensino é, na nossa opinião, um ponto fulcral no desenvolvimento das crianças e dos jovens. Daí a nossa total recetividade ao projeto. O desafio que se nos coloca é darmos-lhe continuidade, num quadro de parceria que articule os conteúdos letivos e este tipo de atividades, de enorme validade para os nossos alunos”, sublinhou.

A JA Portugal é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 2005, sendo a congénere portuguesa da Junior Achievement, a maior e mais antiga organização mundial de educação para o empreendedorismo.

Seguindo as metodologias da Junior Achievement, a JA Portugal “inspira e prepara as crianças e os jovens para terem sucesso numa economia global através de experiências transformadoras com base em três pilares fundamentais: Cidadania e Literacia Financeira, Educação para o Empreendedorismo e Competências para a empregabilidade.

A Junior Achievement é uma das maiores ONG’s mundiais ligadas à juventude, desenvolvendo atividade em mais de 100 países, que abrangem mais de 10 milhões de alunos. O seu objetivo é, através de técnicas de ensino inovadoras para a literacia financeira, competências para a empregabilidade e empreendedorismo, preparar as crianças e jovens para os desafios da economia atual e do mundo do trabalho.