Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E&E

As novidades de emprego e emprendedorismo num só blogue...

Porta do Mezio recebe Seminário Revitagri

Divulgação

O Seminário do Projeto Revitagri PNPG destina-se à apresentação do Revitagri PNPG – Revitalização dos setores produtivos tradicionais do Parque Nacional da Peneda-Gerês nomeadamente à apresentação de alguns resultados preliminares, apresentação e discussão de temas relacionados com a comercialização dos produtos locais e a continuidade geracional dos negócios familiares.

O público-alvo são estudantes, produtores locais, instituições ligadas ao PNPG e associações de desenvolvimento local.

Com o projeto Revitagri pretende-se melhorar as condições de produção, transformação e comercialização agroalimentar, recuperar a DOP do Mel das Terras Altas do Minho e desenvolver um conjunto de conteúdos (relatórios, ebooks, atas, seminários, proceedings, etc), com resultados e desafios para o futuro, que possam depois ser continuados sob coordenação dos membros da comissão de acompanhamento.

Os promotores pretendem que estes resultados, que integram ideias e oportunidades de negócio, sirvam para que os mais jovens se sintam motivados a investir e a permanecer no território, contribuindo para o rejuvenescimento da população residente do PNPG.

O projeto é coordenado pela Escola Superior Agrária em parceria com a Escola Superior de Ciências Empresarias, ambas do IPVC e da comissão de acompanhamento fazem parte a ESA e ESCE do IPVC (entidade coordenadora do projeto); DRAPN; ICNF; os Municípios de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Melgaço, Terras de Bouro e Montalegre e as associações locais ADRIL, ADRIMINHO, ADERE e ATAHCA.

O seminário decorre amanhã, dia 13 de dezembro, com início pelas 14h30, na Porta do Mezio e é gratuito.

publicidade

OP Jovem Portugal – Projetos em Votação

Divulgação

Está a decorrer a votação do Orçamento Participativo Jovem Portugal (OPJovem), que consiste num processo de participação democrática, desenvolvido pelo Governo da República Portuguesa.

Até ao dia 29 de outubro, centenas de jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos, inclusive, apresentaram mais de 400 propostas de investimento público nas áreas do Desporto inclusivo, Educação para as ciências, Inovação social e Sustentabilidade ambiental.

No total, foram selecionados 168 projetos, disponíveis para consulta no site oficial, encontrando-se a decorrer até ao dia 22 de dezembro de 2017 a fase de votação que poderá ser efetuada de duas formas: através da página OPJovem ou mensagem SMS gratuita para o 4310.

publicidade

Instituto de Design de Guimarães recebe lançamento do projeto “Wear Sustain”

Divulgação

Está a decorrer no Instituto de Design de Guimarães a apresentação do projeto “Wear Sustain” que visa reunir artistas, designers e profissionais da indústria têxtil com profissionais da área da engenharia e tecnologia para, em parceria, desenvolverem a próxima geração de vestuário e têxteis inteligentes. O objetivo é o desenvolvimento de soluções que aliem a estética, a ética e a responsabilidade social à componente tecnológica.

A sessão de apresentação inclui um enquadramento da realidade, atividade e importância da indústria têxtil em Guimarães e sessões de cocriação, trabalho e desenvolvimento de ideias entre os participantes. Neste projeto, os candidatos podem participar individualmente ou em equipa. As inscrições terminam em 15 de janeiro de 2018. Cada uma das 48 equipas selecionadas poderão receber 50 mil euros para desenvolver o seu protótipo, que terá a possibilidade de ser exibido em final de 2018.

“Wear Sustain” resulta de uma cooperação entre o Município de Guimarães, através da Divisão de Desenvolvimento Económico, e a IrRADIARE, Science for evolution®, e em sintonia com o projeto Wear Horizonte 2020. Teve início em janeiro de 2017 e termina em dezembro de 2018, representando um dos três projetos principais da iniciativa STARTS.

publicidade

Guimarães tem uma Incubadora de Base Rural à espera de Empreendedores

Divulgação

A Incubadora de Base Rural de Guimarães (IBR Guimarães) abre candidaturas a partir de 13 de dezembro para todos os empreendedores que desejem desenvolver a sua ideia ou plano de negócio de base rural no concelho. Com este projeto, a Câmara Municipal de Guimarães assume o seu desejo de facilitar as melhores condições para que empreendedores dinâmicos e proativos possam colocar todo o seu esforço e dedicação na criação do seu próprio negócio e, ao mesmo tempo, fomentarem o bom uso do solo e o desenvolvimento económico no concelho.

Em dezembro, são várias as sessões públicas de esclarecimento sobre os serviços prestados pela IBR Guimarães. As sessões, de participação livre e gratuita, estão programadas para as seguintes datas, locais e horários: 12 dezembro – Espaço Arte e Cultura, Ronfe, na antiga escola (19h00); 14 dezembro – Biblioteca Municipal Raul Brandão (10h00 / 11h30 / 14h00 / 15h30); 14 dezembro – Salão da Junta de Freguesia de Sande São Lourenço (19h00); 15 dezembro – Auditório da Cooperativa Agrícola Concelhia de Guimarães (10h30).

A Oficina do Empreendedor é a primeira de três etapas de incubação oferecidas pela IBR Guimarães, que visa dotar os empreendedores de conhecimentos que lhes permitam criar e operacionalizar um plano de negócio de base rural. Destina-se, por isso, a toda e qualquer pessoa que sinta vontade e determinação em lançar-se como empresário/a no ramo agrícola, pecuário, florestal, agroindustrial, serviços conexos e tecnologia aplicada aos setores referidos, que encontra agora, no Município de Guimarães, um parceiro privilegiado.

A Oficina do Empreendedor tem a duração de uma semana e está isenta de custos para o candidato. Nesta semana intensiva, os selecionados terão acesso gratuito a um programa de imersão no empreendedorismo de base rural, composto por formação em sala, sessões teórico-práticas e visitas de estudo aos melhores casos de sucesso nesta matéria.

Os interessados deverão submeter a sua candidatura de acordo com o exposto no Aviso de abertura que poderá ser consultado no site do município. Mais informações podem ser obtidas nas sessões públicas de esclarecimento e solicitadas por e-mail para o endereço ibr@cm-guimaraes.pt ou por telefone, através do número 253 421 218.

A IBR Guimarães foi criada em julho de 2017 com o intuito de apoiar jovens (mas não só) que pretendam abraçar a agricultura, a indústria artesanal (compotas, enchidos, pão artesanal, etc.), os serviços ligados à produção agrícola, a internet das coisas (IOT), entre outras atividades. De igual modo, capacita agricultores ou empresários agrícolas que pretendam diversificar a sua atividade, proprietários de imóveis com potencial para o Turismo em espaço rural, trabalhadores por conta d’outrem que desejem aprofundar o seu conhecimento para o desenvolvimento de negócios, entre muitos outros.

publicidade