Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E&E

As novidades de emprego e emprendedorismo num só blogue...

Espaço Empresa de Guimarães está instalado na Plataforma das Artes

Município de Guimarães

A Câmara Municipal de Guimarães disponibiliza na Plataforma das Artes e da Criatividade, o “Espaço Empresa”. Um local de atendimento personalizado aos empresários, cidadãos e empreendedores, os quais passarão a dispor de um só sítio para resolver a maior parte dos seus problemas.

Este espaço irá prestar um conjunto alargado de serviços da Administração Central e Local. Da parte da Administração Central incluem-se serviços na área do licenciamento industrial, do regime jurídico das atividades de comércio, serviços e restauração, da constituição de sociedades, da certificação PME e do alojamento local.

Da parte do Município de Guimarães serão rececionadas candidaturas aos Projetos Económicos de Interesse Municipal, pedidos de certidão de interesse público, candidaturas a espaços físicos para a instalação de novos projetos e análise económico-financeira do estado de saúde das empresas já existentes.

Serão ainda prestados serviços avançados relacionados com informação sobre apoios financeiros do Portugal 2020, incentivos fiscais, apoio à internacionalização, caraterização de mercados externos e propriedade industrial.

O Espaço Empresa foi constituído por protocolo entre o IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, a AMA – Agência para a Modernização Administrativa, a AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal EPE e o Município de Guimarães. Além destas entidades, são ainda parceiras a Direção Geral das Atividades Económicas, o Turismo de Portugal, a ASAE, a Agência Nacional de Inovação, entre outras.

publicidade

Cultura, Desporto e Turismo são as temáticas para o Orçamento Participativo de Mondim de Basto

Divulgação

A Câmara Municipal de Mondim de basto já tem disponível a Plataforma Online do Orçamento Participativo para receber as ideias e propostas de investimento, que poderão vir a ser inscritas no orçamento municipal de 2019.

Este mecanismo de participação pública vai permitir aos munícipes com mais de 16 anos, que sejam naturais ou residentes ou trabalhadores ou estudantes no Município de Mondim de Basto, apresentar as suas propostas que deverão enquadrar-se num dos seguintes âmbitos temáticos: Cultura; Desporto; Turismo.

A verba global a atribuir ao Orçamento Participativo 2019 para financiar os projetos mais votados pelos cidadãos é de 20.000,00€.

Os interessados poderão obter mais informações sobre este processo, consultar o regulamento e normas de participação na página do orçamento participativo ou através do email op@cm-mondimdebasto.pt.

publicidade

Estão abertas as inscrições para o Lota Cool Market de Portimão

Divulgação

Depois do grande sucesso das edições anteriores, O Lota Cool Market pretende mostrar mais uma vez o conceito de Mercado Pop-Up ao ar livre que reúne propostas únicas e originais de artesãos urbanos, novos designers e artistas das mais diversas áreas.

Se te identificas com o conceito inscreve-te nesta 5ª edição do Lota Cool Market, este ano com cinco dias de evento (18 a 22 de julho). As marcas e projetos que queiram submeter a sua participação à apreciação da organização deverão fazê-lo até 16 de junho através do endereço de correio eletrónico lotacoolmarket@gmail.com. Os participantes deverão efetuar a sua inscrição definitiva até 16 de junho através da plataforma Google Forms onde concordarão automaticamente com as Normas de Regulamento do evento.

O tema do certame é "Under Water Love", remetendo para o ambiente aquático, o mundo dos oceanos, as cores do fundo do mar, as paixões de verão, uma combinação de amor e água.

Este Mercado de Novo Artesanato, Design & Produtos Gourmet de produção nacional trará à Zona Ribeirinha de Portimão (Zona circundante da Antiga Lota) projetos de criativos nacionais e inovadores, revelando novas tendências e produtos originais, oriundos de diferentes partes do país.

Esta iniciativa tem como objetivo reunir uma seleção desses produtos, muitas vezes vendidos online ou noutros mercados do país, repetindo desta forma mais um mercado de referência no sul, que divulga e traz para a rua e para junto do público projetos criativos do nosso país. Os expositores deverão vender apenas produtos portugueses e criações próprias, não sendo aceites representações de marcas que não sejam criadas pelos mesmos e enquadrar-se numa das seguintes categorias: artesanato, design, entretenimento, doçaria e pastelaria, comida e bebida.

O Lota Cool Market é organizado pela Teia D`Impulsos - Associação Social, Cultural e Desportiva (TDI), em parceria com a Diana Condesso, designer de interiores, mentora desta iniciativa e conta mais uma vez com o apoio institucional da Câmara Municipal de Portimão e da Junta de Freguesia de Portimão.

publicidade

Escolas da Praia da Vitória com Educação para o Empreendedorismo

Município da Praia da Vitória

Motivar e inspirar as crianças e jovens do Concelho para o mundo do trabalho e para a economia global. É este o objetivo do programa Junior Achievement que decorre em algumas escolas da Praia da Vitória, Açores, neste período letivo.

A concretização do projeto resulta da parceria entre a associação Junior Achievement Portugal (JA Portugal) e a Câmara Municipal da Praia da Vitória, com o patrocínio da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, tendo a formação dos professores e voluntários que orientarão as sessões em sala de aula ocorrido na tarde de terça-feira, 24 de abril, no auditório da Casa das Tias.

“Como vereador da Câmara da Praia e como pai, é um enorme orgulho contribuir para que este programa ocorra nas nossas escolas. Porque, mesmo sabendo que todas as crianças e jovens não serão empresários no futuro, acreditamos estar a lançar sementes, incentivando-os para as questões reais do mundo do trabalho, motivando-os para o empreendedorismo, para o trabalho em equipa, para a literacia financeira, a cidadania e as competências para a empregabilidade”, explicou o vereador da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tiago Ormonde.

Formar para o empreendedorismo e para a empregabilidade é a questão central “rumo ao sucesso e desenvolvimento locais”, sublinhou o vereador.

O quadro de atividades da Praia Links – incubadora de negócios e ninho de empresas da Praia da Vitória, o projeto Praia Links.edu está orientado para estas questões, “e o programa da JA Portugal enquadra-se perfeitamente nessa nossa visão”, sublinhou Tiago Ormonde.

“O desafio agora é darmos continuidade ao projeto, alargando o seu âmbito aos vários níveis de ensino no Concelho. Para tal, o nosso compromisso é desenvolver, em parceria com as escolas, um quadro de ação que agregue as atividades letivas com estas atividades, contribuindo, dessa forma, para uma maior integração das nossas crianças e jovens nas questões do mundo laboral”, frisou o responsável.

Segundo Mariana Oliveira, da JA Portugal, o programa, durante o presente período letivo, decorrerá em turmas dos 7º e 9º ano, mas, no global, pretende-se alargá-lo a todos os níveis de ensino.

“Através de uma metodologia própria e atrativa e de sessões assentes na aprendizagem pela prática, os alunos, num ambiente protegido, com o apoio de voluntários do mundo do trabalho e do professor, desenvolvem competências de trabalho como a liderança, a tomada de decisão, a resistência ao fracasso, o trabalho em equipa, técnicas de apresentação e comunicação oral. Cometerão erros e, com eles, aprenderão. No fundo, vão aprender, fazendo”, explicou.

Para Rodolfo Franca, presidente do Conselho Executivo da Escola Francisco Ornelas da Câmara, a concretização do projeto é uma mais-valia para as escolas, mas deverá ser-lhe dada continuidade. “O reforço do conhecimento e ligações entre o mundo das empresas e do trabalho ao mundo da escola e do ensino é, na nossa opinião, um ponto fulcral no desenvolvimento das crianças e dos jovens. Daí a nossa total recetividade ao projeto. O desafio que se nos coloca é darmos-lhe continuidade, num quadro de parceria que articule os conteúdos letivos e este tipo de atividades, de enorme validade para os nossos alunos”, sublinhou.

A JA Portugal é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 2005, sendo a congénere portuguesa da Junior Achievement, a maior e mais antiga organização mundial de educação para o empreendedorismo.

Seguindo as metodologias da Junior Achievement, a JA Portugal “inspira e prepara as crianças e os jovens para terem sucesso numa economia global através de experiências transformadoras com base em três pilares fundamentais: Cidadania e Literacia Financeira, Educação para o Empreendedorismo e Competências para a empregabilidade.

A Junior Achievement é uma das maiores ONG’s mundiais ligadas à juventude, desenvolvendo atividade em mais de 100 países, que abrangem mais de 10 milhões de alunos. O seu objetivo é, através de técnicas de ensino inovadoras para a literacia financeira, competências para a empregabilidade e empreendedorismo, preparar as crianças e jovens para os desafios da economia atual e do mundo do trabalho.

publicidade

"Ribeira Empreende" já tem vencedores

Município de Ribeira de Pena

Já são conhecidos os projetos vencedores da 4ª edição do "Ribeira Empreende". Esta iniciativa visou promover o espírito empreendedor e criativo dos jovens, através da valorização de ideias de negócio ligadas a diversos setores de atividade.

Na apresentação dos projetos os candidatos tiveram de demonstrar as vantagens financeiras e as mais-valias dos mesmos para o concelho de Ribeira de Pena.

No 1º escalão (10 aos 15 anos) o primeiro lugar foi para o projeto "Torneira Dzero+", o segundo para o "MEL (Movimento de Apoio à Leitura), o terceiro lugar foi atribuído ao projeto intitulado "Reencontros Digitais" e o quarto a U-SCAPE e LocaStarp.

No 2º escalão (+ 16 anos) a escolha recaíu no "Auto Amigo (nome inicial Auto Turismo)", seguido do ESCAPENA e do "A Rota dos Moinhos". Em quarto lugar, neste escalão, ficou o "Reviver Alvadia".

O concurso “Ribeira Empreende” foi promovido pelo Contrato Local de Desenvolvimento Social 3G “Sol Nascente”, em parceria com o Município de Ribeira de Pena, com o objetivo de fomentar atitudes empreendedoras e o aparecimento de novas soluções para o atual contexto socioeconómico.

 

publicidade

Pág. 1/3